O que fazer nos próximos dias

Lisboa
A segunda edição do SCI-DOC - Festival Europeu de Documentário Científico de Lisboa regressa a Lisboa, de 1 a 4 de MARÇO e terá lugar na​ Cinemateca Júnior e no Museu da Farmácia.
 Todas as actividades e sessões promovidas pelo SCI-DOC são de entrada gratuita, trata-se, pois de uma iniciativa levada a cabo com um intuito puramente educativo e de interesse cultural. O Festival engloba a exibição de documentários e uma palestra na cerimónia de entrega de prémios. Todas as categorias do festival são competitivas. Paralelamente, foi desenhado pela Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema um programa especial a partir do seu arquivo.
 A programação competitiva está dividida em oito categorias, sendo elas: Ambiente, Ano da Física, Documentário, Investigação Médica, Mulheres na Ciência, Novos Media – Não Interactivo, Programas de TV Generalistas, TV Drama e Docudrama.  Ao todo serão exibidos mais de 40 filmes. A programação completa será anunciada em breve.
 A palestra desta edição será conduzida por Samantha Bradshaw, do Canadian International Council, especialista nas relações entre cidadania, big data e propaganda computacional e terá lugar logo após a cerimónia de entrega de Prémios, no dia 4 de Março, pelas 20h00 no auditório do Museu da Farmácia.
 O Festival surge de uma organização conjunta entre a Apordoc, responsável por projectos como o Doclisboa ou o Doc's Kingdom, a EuroPAWS e a EuroScience, entidades de investigação e divulgação científica e tecnológica.
 
1 MARÇO - Cinemateca Júnior | Sessão de abertura 21h30
 Entre as 20h30 e as 21h30 - degustação de vinhos com a chancela da Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa, aberto a todos.
4 MARÇO - Museu da Farmácia 20h00 | Cerimónia de entrega de prémios
 Entre as 18h00 e as 19h00 - cocktail de encerramento aberto a todos.
 
 
 
“Loulé. Territórios, Memórias, Identidades”, no Museu Nacional de Arqueologia, já teve mais de 100 mil visitantes.
A exposição, que já ultrapassou a cifra dos 100.000 visitantes, vai ficar patente em Lisboa até ao final de 2018, integrando assim o programa comemorativo dos 125 anos do MNA, aniversário que coincide com a celebração do Ano Europeu do Património Cultural.
Inaugurada a 21 de julho de 2017, a exposição “Loulé. Territórios, Memórias, Identidades” resulta de uma colaboração entre o MNA/DGPC e a Câmara Municipal de Loulé/Museu Municipal de Loulé. O objetivo foi o de dar a conhecer ao grande público mais de sete mil anos de história. Para o efeito constituiu-se uma equipa executiva e convidaram-se a assumir a curadoria científica cinco especialistas com projetos de investigação na região.
O corpus expositivo é proveniente de várias coleções, fundamentalmente do acervo do Museu Municipal de Loulé e do MNA, mas também dos Museus Municipais de Faro, Albufeira, Silves e Figueira da Foz, e da Estação Arqueológica Cerro da Vila (Vilamoura), além da Universidade de Lisboa (UNIARQ – Centro de Arqueologia) e da Universidade do Algarve.
O MNA registou um aumento de 14 por cento no número de visitantes de 2016 para 2017, contabilizando até dezembro último cerca de 168 mil entradas. Considerando o período compreendido entre 2012 e 2017, a taxa de crescimento deste Museu Nacional foi de 111,6 por cento.
Marinha Grande
A Casa da Cultura Teatro Stephens, situada na Praça Guilherme Stephens, na Marinha Grande apresenta a peça de teatro infantil intitulada “Os Piratas”, pela Caixa de Palco, no dia 17 de fevereiro (sábado), pelas 16h00.
De acordo com a sinopse da peça “entre o sonho e a realidade, Manuel, um jovem rapaz, vê-se envolvido numa misteriosa aventura, quando, sem saber bem como, nem porquê, entra a bordo de um navio de piratas”.
“Numa adaptação divertida e empolgante, a Caixa de Palco promete fazer o público viajar num imaginário de barcos e capitães, de sonhos e fantasias, com muitas gargalhadas e boa disposição à mistura.”
Preço | 2€
Bilheteira: Teatro Stephens, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.
 
Melgaço
Ao longo do mês de fevereiro, as Termas de Melgaço presenteiam os seus clientes com diversos momentos: relaxantes e de adrenalina. A estância termal e várias entidades locais uniram-se e prepararam uma variedade de momentos de lazer para assinalar o ‘mês do amor’.
Natureza, gastronomia e bem-estar. É só escolher a opção que mais agrada à cara-metade e desfrutam de momentos a dois! Falamos do ‘Momento Escapadinha’ - uma proposta de degustação e alojamento; do ‘Momento Radical’ – rafting e kartcroos para experienciar o melhor da natureza de Melgaço; e do ‘Momento Sabores’ – uma proposta para apreciar a deliciosa gastronomia da região. Para complementar todas estas sugestões, as Termas de Melgaço aliam uma massagem de relaxamento e uma craniofacial: ‘Sabe sempre bem relaxar, e a dois, ainda melhor’, conta a responsável, Carina Pinto da Costa, argumentando que  ideia surgiu da necessidade de aliar as várias propostas turísticas e gastronómicas que o território oferece: ‘Se todos gostam de comer bem, divertir-se, e depois descontrair, porque não oferecer propostas que juntam as várias opções? Achamos que esta seria uma boa opção para assinalar o Dia dos Namorados’, sustenta.
A par destas propostas, as Termas de Melgaço estabeleceram também parcerias com algumas empresas, beneficiando os clientes dessas entidades: quem visitar a estância terá 20% de desconto nas massagens.
Adega do Sabino, Adega do Sossego, Buffalo Grill Bar, Casa da Cevidade, Casa das Pesqueiras, Hotel Boavista, Melgaço Alvarinho Houses, Melgaço Radical, Melgaço White Water e Montes de Laboreiro são as entidades parceiras das Termas de Melgaço
Tomar
As salas do Noviciado do Convento de Cristo, em Tomar, recebem a exposição "No Rasto da Devoção. Escultura em Pedra no Convento de Cristo. Séculos XIV- XVI".
Esta exposição, que ficará patente ao público até 27 de julho próximo, resulta de uma parceria entre o Convento de Cristo/Direção-Geral do Património Cultural (CC-DGPC) e o Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património da Universidade de Coimbra (CEAACP-UC). O catálogo é uma edição do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja.
Partindo do núcleo pétreo das reservas do Convento de Cristo, organizou-se um discurso expositivo centrado na produção devocional entre os séculos XIV e XVI,  onde é possível captar afinidades do trabalho oficinal desenvolvido entre Coimbra e Tomar. A responsabilidade científica é do CEAACP-UC, a par do contributo de outras instituições, como o Instituto Politécnico de Tomar e o Laboratório HERCULES.
O acervo museológico da UAMOC (União dos Amigos dos Monumentos da Ordem de Cristo), incorporado no Convento de Cristo e ao qual as peças expostas pertencem, foi objeto, desde 2015, de um plano de investigação que reuniu várias parcerias pedagógicas e científicas compreendendo o seu estudo pluridisciplinar e laboratorial.
Para além das imagens em pedra do Convento de Cristo, a mostra dá a conhecer um conjunto de relevantes esculturas em pedra provenientes do acervo de diversas instituições, entre as quais Museus Nacionais, Municipais, Diocesano de Santarém e de Igrejas Paroquiais de Tomar.
 
Vagos
O International Mini Meeting (IMM) 2018 irá decorrer entre os dias 17 e 21 de maio de 2018 e acontecerá entre o Parque de Campismo Municipal de Mira e a Praia da Vagueira. Este evento, que teve origem nos anos 70, na Alemanha, tem crescido em termos de popularidade além fronteiras, dando origem ao IMM que realiza-se, anualmente, num país diferente.
O IMM é organizado pelo Clube Mini de Portugal e conta com a colaboração da Associação Clube Mini de Paranhos da Beira, dos Municípios de Mira e Vagos, das freguesias da Gafanha da Boa Hora e da Praia de Mira, da Orbitur, da INOVA e da Entidade Regional de Turismo do Centro.
É um evento dirigido a pessoas de todas as classes e faixas etárias, recebendo os Minis clássicos e os novos Minis da BMW oriundos de todo o mundo.
Durante estes dias, os participantes poderão fazer parte de passeios turísticos, de diversos concursos individuais e de competições entre clubes, que se estendem pelo território dos dois Municípios coorganizadores. A área de comércio, a ani-mação musical, a gastronomia e as festas temáticas são também apostas da or-ganização.
Este evento, cuja edição de 2017 se realizou na Irlanda, perspectiva a presença de mais de 2500 pessoas e de mais de 1000 viaturas, numa edição que acontece, pela primeira vez, em Portugal. Os Municípios de Mira e Vagos e a Entidade Regional de Turismo do Centro, apoiam a iniciativa ao estabelecerem parcerias com a organização do IMM2018, que passam pela disponibilização dos espaços para alojamento e para a realização das atividades do evento, divulgação e acolhimento, entre outras.
Ao associarem-se a este evento, os Municípios de Mira e Vagos e a Entidade Regional de Turismo do Centro, reforçam a aposta no turismo em época baixa e, desta forma, combatem a  sazonalidade que o sector ainda apresenta na região.
 
 
 

Mensagens populares